História

 

 

Janduís é um município da microrregião do Médio Oeste, no Oeste Potiguar, no estado do Rio Grande do Norte, no Brasil. A cidade desenvolveu-se no território de uma antiga tribo indígena que tinha o mesmo nome da cidade. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2008 sua população era estimada em 27 habitantes. Possui uma área de 305 km². Dista 286 quilômetros da capital estadual, Natal.

Janduís, no fim do século XIX, era um vilarejo denominado São Bento Velho. Sua principal atividade econômica era o cultivo do algodão. Próximo do cruzamento de vários caminhos para localidades importantes do Rio Grande do Norte e Paraíba, a fazenda de Vicente Gurgel do Amaral destacava-se dentre as outras da localidade. Com a morte do proprietário das terras, a administração passou para um de seus onze filhos, Canuto Gurgel do Amaral, considerado o fundador de Janduís.

Canuto Gurgel, em pagamento a uma promessa feita a São Bento, construiu a primeira igreja do município em 1912. O fazendeiro também construiu prédios comerciais e instalou a primeira feira em 1926, ganhando, rapidamente, popularidade na região e promovendo o desenvolvimento do povoado. Todavia, era comum a ocorrência de tumultos e troca de bofetes. Daí o nome de São Bento do Bofete, denominação pela qual a região ficou conhecida por muitos anos. Em 1938, em homenagem ao ditador Getúlio Vargas, São Bento Velho recebeu o nome de "Distrito Getúlio Vargas". Apenas em 1943, passou a ser chamado de Janduís, em homenagem aos índios da região. Desmembrou-se do município de Caraúbas em 1962 através da lei 2 746, de 7 de maio de 1962, tendo sido instalado em 12 de junho de 1962. Em 23 de agosto de 1962, Janduís teve o seu primeiro prefeito eleito? Miguel Veras Saldanha.

Com um crescente número de devotos em todas as regiões de Janduís, Santa Teresinha tornou-se a padroeira oficial do município, tendo, atualmente, uma das maiores e mais tradicionais festas religiosas do Rio Grande do Norte, contudo, São Bento continua com vários devotos na cidade, estando ao lado de Santa Teresinha na procissão de outubro. Em 2007, começou a ser erguida, no conjunto Verde Teto, uma igreja em homenagem a São Bento. Essa igreja teve sua primeira festa em Julho de 2008, com santa Teresinha estando ao lado do copadroeiro de Janduís durante toda festa, representando a união dos santos padroeiros do município abençoando os milhares de devotos de Santa Teresinha e São Bento em Janduís.

Imagens